Mulheres

Ministério de Mulheres é Composto por um Grupo de Obreiras Dedicadas e Cheias de Amor no Aconselhamento.

I – AS MULHERES PODEM SERVIR COM SEUS BENS – LIBERALIDADE NA CONTRIBUIÇÃO

1. Êx 35.25, "Todas as mulheres hábeis traziam o que, por suas próprias mãos, tinham fiado: estofo azul, púrpura, carmesim e linho fino". O texto em referência tem a ver com a construção do Tabernáculo no Antigo Testamento. Já naquele tempo observamos que as mulheres eram ativas na obra de Deus. Aqui elas trouxeram utensílios feitos à mão para serem usados na ornamentação do Tabernáculo, numa disposição sem tamanho.

2. Lc 8.2-3, "2 e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; 3 e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com os seus bens". Notem a expressão "lhe prestavam assistência com seus bens", o que denota o fato destas mulheres colocarem até mesmo bens pessoais a serviço de Jesus.

3. Lc 21.1-4, "1 Estando Jesus a observar, viu os ricos lançarem suas ofertas no gazofilácio. 2 Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas; 3 e disse: Verdadeiramente, vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos". Aqui o desprendimento de uma viúva paupérrima em termos materiais, é notado e destacado pelo Mestre como sendo uma grande ação daquela mulher. Enquanto que os ricos depositavam no cofre do Templo de suas sobras, esta mulher deu tudo o que tinha.

4. Jo 12.3, "Então, Maria, tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos; e encheu-se toda a casa com o perfume do bálsamo". Para Judas e alguns discípulos de Jesus o que Maria estava fazendo era um grande desperdício. Porém Jesus valorizou aquele ato, como um ato único que seria lembrado para sempre.

II – AS MULHERES PODEM SERVIR PRESTANDO SERVIÇOS DIVERSOS

1. São hospitaleiras. Exemplo: Sunamita, que demonstrou hospitalidade para com o profeta de Deus, 2 Rs 4.8-11, "8 Certo dia, passou Eliseu por Suném, onde se achava uma mulher rica, a qual o constrangeu a comer pão. Daí, todas as vezes que passava por lá, entrava para comer. 9 Ela disse a seu marido: Vejo que este que passa sempre por nós é santo homem de Deus. 10 Façamos-lhe, pois, em cima, um pequeno quarto, obra de pedreiro, e ponhamos-lhe nele uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; quando ele vier à nossa casa, retirar-se-á para ali. 11 Um dia, vindo ele para ali, retirou-se para o quarto e se deitou". Notem que esta mulher convenceu seu marido sobre o fato de que o homem de Deus precisava de um lugar de recanto dentro de sua casa, no que foi atendida por ele.

2. Possuem coração aberto para ajuda aos pobres e necessitados, Pv 31.20, "Abre a mão ao aflito; e ainda a estende ao necessitado". As verdadeiras mulheres de Deus não apenas colocam seus bens à disposição da obra de Deus, mas possuem um coração aberto aos pobres e necessitados.

3. Podem oferecer sua casa como extensão da Igreja de Deus:

a. At 16.14-15, "14 Certa mulher, chamada Lídia, da cidade de Tiatira, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava; o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia. 15 Depois de ser batizada, ela e toda a sua casa, nos rogou, dizendo: Se julgais que eu sou fiel ao Senhor, entrai em minha casa e aí ficai. E nos constrangeu a isso". Notamos aqui que Lídia após sua conversão, não apenas convidou os apóstolos para pregarem a partir de sua casa, mas os "constrangeu a isso". O termo original grego nos dá a idéia de "empregar a força", "compelir", "forçar".

b. Rm 16.3-5, "3 Saudai Priscila e Áquila, meus cooperadores em Cristo Jesus, 4 os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios; 5 saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles. Saudai meu querido Epêneto, primícias da Ásia para Cristo". Temos aqui novamente uma igreja funcionando na casa de Priscila.

III – AS MULHERES PODEM SERVIR COMO ENSINADORAS

1. At 18:26, "Ele, pois, começou a falar ousadamente na sinagoga. Ouvindo-o, porém, Priscila e Áquila, tomaram-no consigo e, com mais exatidão, lhe expuseram o caminho de Deus". Priscila, juntamente com seu marido Áquila desempenham papel de grande importância no doutrinamento de Apolo que veio a se tornar um grande expositor da Palavra de Deus.

2. Tt 2.3-5, "3 Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder, não caluniadoras, não escravizadas a muito vinho; sejam mestras do bem, 4 a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e a seus filhos, 5 a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada". As mulheres mais experientes devem se colocar a serviço de Deus no sentido de que possam ser usadas para instruírem as mulheres mais novas a viverem uma vida cristã saudável amando seus maridos e seus filhos.

IV – AS MULHERES PODEM SERVIR COMO INTERCESSORAS

1. At 1:14, "Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele". No início da Igreja Primitiva, as mulheres desempenharam uma atividade de relevância à Igreja de Deus, a oração. Sabemos o quanto a oração é importante dentro dos propósitos de Deus e isto as mulheres fazem muito bem.

2. At 12.12, "Considerando ele a sua situação, resolveu ir à casa de Maria, mãe de João, cognominado Marcos, onde muitas pessoas estavam congregadas e oravam". Novamente temos o registro de mulheres que gastavam o tempo em oração.

Conclusão:
Na verdade o ministério feminino é de grande importância na vida pastoral. Feliz é o pastor que conta com mulheres sábias, autênticas, dispostas a realizarem a obra de Deus. Quando as mulheres não fazem a parte do ministério sob sua responsabilidade, a Igreja de Cristo sofre.